Publicado por: R. Mutt | Setembro 19, 2008

Mad Men – Nova Iorque, 1960

Como seria a sociedade nova-iorquina da década de 60 do século passado? Estamos a falar de Nova Iorque, já na altura a capital do mundo, a pólis mais cosmopolita do cosmos, por isso, se havia modernidade na terra, haveria de ser lá.

Certamente estamos a falar de uma sociedade onde as mulheres já estão perfeitamente inseridas no mundo do trabalho moderno, em condições de quase igualdade, numa conquista constante do espaço até ali exclusivo dos homens. Ainda mais se o contexto for uma jovem e ambiciosa agência de publicidade, de seu nome Sterling Cooper, que todos os dias tenta abrir horizontes com ideias inovadoras. Aí, pelo menos, estão de certeza reunidas as mentes mais livres da época. Ou será que não?

É isto que nos mostra a genial série Mad Men da AMC, criada por Matthew Weiner, o escritor e produtor de Os Sopranos. Isso mesmo, só pode ser coisa boa. A série, que iniciou recentemente a 2.ª temporada, gira em torno da vida profissional e pessoal do misterioso publicitário Donald Draper (John Hamm) e dos restantes funcionários da Sterling Cooper.

Extremamente inteligente, com realização e fotografia quase cinematográficas, filmada em película, esta série é um vício. Depois há o guarda roupa, os cenários, as interpretações… Fantástica!

Quem quiser sentir um pouco de toda esta atmosfera pode ver todos os episódios no Surf The Channel, um daqueles sites que nos fazem pensar que se vive só com internet. É só escrever Mad Men no campo de busca.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: