Publicado por: R. Mutt | Agosto 14, 2008

M.U.N.D.O. que se faz tarde

Aqui está o meu programa de festas para este fim de semana. Infelizmente só posso ir ao segundo dia do festival, mas com A Naifa, Dead Combo, Deolinda e Madame Godard, assim todos de rajada, não vai ser nada mau, mesmo!

Porquê M.U.N.D.O. e não MUNDO? Não faço a mais pequena ideia. Pode ser que descubra por lá.


Responses

  1. M.U.N.D.O. porque é a sigla para Mais Uma Noite De Ócio. Também andei uns tempos sem saber porquê.🙂

    Também por lá andei e só no segundo dia. Pena foi a chuva antes d’A Naifa, mas mesmo assim foi um bom concerto.

  2. Mais Uma Noite de Ócio não me parece mal, porque música do mundo só se for do mundo português.

    Os concertos foram mesmo o melhor e isso é que interessa. Nota positiva para todos, embora aquele não seja o melhor palco para Dead Combo. Mas também qual será? Não é fácil encontrar um fundo de garrafão em restaurante chinês.🙂

    A lamentar apenas o que se passou depois d’A Naifa, e a chuva não tem a culpa toda. Aqueles 15 entendidos em cima do palco, durante mais de meia hora, a tentarem fazer sabe-se lá o quê (ligar um cabo?) para o set da Raquel Bulha, enquanto a malta esperava à chuva, foi muito mau.

    E chamar DJ Set ao que ela foi lá fazer é ser muito, mas muito simpático! Dj de caipirinha numa mão e cigarro na outra a passar discos? Bahh… Duas de Gogol logo de rajada a ver se a malta não descolava. Muito mau. Ela esteve lá talvez uns 20 minutos. Péssimo.

    Balkan Beats tiveram 4 pessoas a assistir, mas aí a chuva caía intensamente. Eu estive sempre abrigadinho na entrada do forte.🙂

    Já agora, cerveja tagus mini a 1,50 euros? Mau.
    E a percentagem de “público” com crachá de entrada livre ao peito? Parecia o festival da cunha.

    São só as minhas opiniões. Deu-me para dizer mal.

  3. Inteiramente de acordo com todas as críticas e elogios, mas só até à parte d’A Naifa. Depois desisti, virei costas e vim-me embora, não por causa da chuva, mas porque estava cansada. O tempo de espera entre as actuações foi imenso e teve dois contras: o ambiente pós-concerto desvanecia rapidamente (provavelmente porque o público era pouco) e os “intermezzos” musicais não valiam um chavo, com excepção de Camané e da recordação de Zap Canal dos Três Tristes Tigres (que é feito deles que tantas saudades deixaram?). Ter de esperar pela Raquel Bulha para ver Balkan Beats desmotivou-me. E tive pena, porque também não consegui ver o concerto do Sudoeste…

    Quando entrei e vi que a cerveja era Tagus quase me deu uma coisinha ruim, mas o verdadeiro choque foi mesmo o preço aliado ao tamanho dos copos (será que ali cabiam mesmo 20cc?).

    Quanto ao número excessivo de malta com “free pass” ao pescoço nem comento: era uma organização burguesa, com certeza, era com certeza uma organização burguesa!

    Eu também assisti ao concerto d’A Naifa sob o arco da entrada do Forte! É caso para dizer que o M.U.N.D.O. é pequeno!🙂

  4. “O M.UN.D.O. é pequeno”. Muito bom! Copywriter? EhEh!🙂

  5. Como é possível ter-me passado ao lado?! 😐

    Esse segundo dia deve ter sido qq coisa! Não fosse Biana tão lá pra cima…😛


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: